Tag Archives: poesia

A Azáfama

Com tanta confusão e tão doida aceleração,
NÃO HÁ TEMPO PARA SE PENSAR.
É a “aldeia global”, uma entropia cabal,
NÃO HÁ TEMPO PARA SE PENSAR.
As crianças com um I-Pad, o tempo no smartphone que fede,
NÃO HÁ TEMPO PARA SE PENSAR.
É a música nos elevadores, a fuga a tantos amores,
NÃO HÁ TEMPO PARA SE PENSAR.
Uma rave na tecnolândia, na demanda por paixão cândida,
NÃO HÁ TEMPO PARA SE PENSAR,
As televisões na sua azáfama, a calar imaginação que é agora anátema,
NÃO HÁ TEMPO PARA SE PENSAR.
A procura de “informação”, esse vil alçapão,
NÃO HÁ TEMPO PARA SE PENSAR
Cada vez mais notícias, fake news e falácias,
NÃO HÁ TEMPO PARA SE PENSAR.
Enfim…,
Não há tempo para amarconsciencia


Adolfo Luxúria Canibal foi ao baú e tecelou-nos este livro

350x


“Human, All To Human”: Um Imperdível Documentário Legendado Sobre Nietzsche (Parte 3)


“Human, All too Human”: Um Imperdível Documentário Legendado Sobre Nietzsche (Parte 1)


A Máquina de Escrever de Nietzsche

malling-hansen-writing-ball-2271ie02-12-12-16


Rebelião

Nestes tempos de populistas, de partidos de extrema direita a subirem nas sondagens: podemos sempre contar com escritores e com todo o género de artistas. É debaixo da opressão – e contra a submissão – que surgem as melhores obras e as melhores ideias. Prosadores, poetas, músicos, cineastas, actores: elevai-vos, pois.


No Fim Era o Frio (último álbum dos Mão Morta para ouvir na integra)


%d bloggers like this: